segunda-feira, 27 de julho de 2009

ALIMENTAÇÃO DA CRIANÇA NO PRIMEIRO ANO






É no primeiro ano de vida que se estabelecem os principais hábitos alimentares para um crescimento saudável e para evitar doenças relacionadas com a nutrição.


Inicialmente o bebé faz refeições exclusivamente de leite até cerca dos 4/6 meses, gradualmente e à medida que o seu bebé vai crescendo vão sendo introduzidos novos alimentos.








Quadro de referência de introdução de novos alimentos




Idade
(meses) Nº de Ref(dia) Tipo de Refeição
< 4 6 6 de leite

4 5 4 de leite+1 papa de cereais(ou sopa de legume)

5 5 3 de leite+1 papa de cereais + 1 sopa de legumes + fruta

6 - 7 5 3 leite+1 papa de cereais+1 sopa de legumes com carne +fruta

8 -12 4 - 5 1-2 leite+1 papa de cereais/iogurte com bolacha ou fruta
1 sopa de carne ou peixe + fruta 1 puré + peixe ou carne cozida/grelhada




ATÉ AOS 4 MESES

Até aos 4/6 meses o seu bebé deve fazer 6 refeições de leite por dia, no entanto não existem horários rígidos, o horário das refeições deve ser adequado às exigências do bebé, devendo mamar sempre que queira.


ENTRE OS 4 E OS 6 MESES

• Esta é a altura ideal para que o bebé contacte com novos sabores

• O bebé vai passar de refeições exclusivas de leite para o regime alimentar da família.

• É nesta altura que pode educar o paladar e o apetite do seu bebé

• Os erros alimentares cometidos nesta fase da vida vão-se reflectir no futuro da criança;

• Se o bebé esta a ser alimentado apenas com leite materno e está a crescer bem, então pode manter a amamentação exclusiva de leite até aos 6 meses.


COMO INTRODUZIR OS NOVOS ALIMENTOS?

• A ordem por que se começam a introduzir os novos alimentos não é necessariamente a mesma para todas as crianças.

• Comece a introduzir os novos alimentos, apenas quando o bebé estiver de perfeita saúde;

• No início não insista muito, dê apenas 2 ou 3 colheres de chá do novo alimento, e complete a refeição com leite;

• Respeite um intervalo mínimo de 1 semana entre os novos alimentos, pois assim será mais fácil que ele goste de novos sabores e também de detectar uma possível alergia a um alimento;

• Os novos alimentos devem ser dados à colher. Inicialmente, é natural que o bebé chore ou cuspa tudo entre cada colherada, pois estava habituado ao leite que corria continuamente. Isso faz parte da adaptação ao processo de comer com a colher. Deve introduzir a colher bem dentro da boca para que ele engula mais facilmente;

• Deve começar-se por introduzir primeiro o puré de legumes, pois se ele se habituar ao doce da papa de cereais é mais difícil introduzir o puré de legumes.


IMPORTANTE

O leite continua a ser muito importante porque é fonte rica de proteínas e quase a única fonte de cálcio.

Não adicione sal, açúcar ou mel na alimentação do 1º ano de vida

Não dê leite de vaca durante o 1º ano de vida, nem iogurtes ou outros derivados do leite de vaca antes dos 9 meses.


O PURÉ DE LEGUMES


- Deve ser preferido como o primeiro alimento
a introduzir.

- Comece com um caldo de legumes simples feito com pequenas quantidades de batata, cenoura ou abóbora.

- Coza os ingredientes em pouca água, (e com a panela tapada), aproveitando a água toda no puré, já que, parte das vitaminas e minerais passam para a água durante a cozedura.

- No fim de feito temperar com um fio de azeite em cru.

- Não por sal (os alimentos já o têm).

- Aos poucos comece a variar a composição da sopa juntando outros produtos da horta, um de cada vez:

Cebola
Alho francês
Alface
Aipo
Alho
Feijão verde
O nabo e os espinafres só devem ser introduzidos a partir dos 9 meses, pois são muito ácidos e fibrosos.

Vá tornando o caldo mais consistente até ser um verdadeiro puré.


A PAPA DE CEREAIS

A papa de cerais é geralmente uma papa láctea, ou seja à base de leite. Logo, deve prepará-la adicionando água.


Se estiver a dar uma papa não láctea deve prepará-la com leite que está a dar ao bebé.

Deve começar por uma papa láctea sem glúten, pois este pode causar alergias ao bebé.

Ao início a papa pode ser ralinha e ir aumentando gradualmente a consistência de acordo com o gosto do bebé.

O pão e as bolachas só devem se dadas a partir dos 6 meses.

IMPORTANTE

A papa láctea mistura-se sempre com água e nunca se deve juntar açúcar.

Nunca se deve dar mais que uma papa de cereais por dia.

Deve dar sempre a papa à colher.


ENTRE OS 6 / 7 MESES

A partir dos 6 meses pode-se começar a introduzir a carne na alimentação da criança.

Deve fazer 5 refeições por dia 3 das quais são de leite, 1 de papa de cereais e 1 de sopa de legumes com carne e fruta para a sobremesa.

A CARNE

Geralmente é introduzida a partir dos 5-6 meses.

Deve começar com carnes brancas (frango, peru, coelho).

A carne de borrego e vitela deve ser dada mais tarde.

Ao princípio utilize apenas água da cozedura da carne no puré de legumes e só depois a carne cozida, passada e misturada com os legumes.

Não dê mais de 40 a 50 gramas de carne já limpa por dia.

A FRUTA

Podem ser introduzidos a partir dos 5 meses.

A pêra, a maça e a banana são os frutos aconselhados até aos 9 meses.

As laranjas, os morangos, as amoras e as uvas devem apenas ser introduzidas a partir do ano de idade, começando por pequenas quantidades.

Preferencialmente os frutos devem ser triturados com garfo ou raspador em vez do uso da varinha mágica ou do passe-vite , pois assim o seu efeito laxante é maior e não provocam tantas cáries.


ENTRE OS 8 MESES E O ANO DE IDADE

Nesta altura o seu bebé já atingiu uma grande diversidade alimentar, começando a reduzir gradualmente as refeições de leite e começam a ser introduzidos o peixe, os ovos e o iogurte.

Nesta altura o seu bebé deve estar apto para realizar 5 refeições por dia:,

1 ou 2 refeições de leite,
1 refeição de papa de cereais ou iogurte com bolacha ou fruta
1 refeição de sopa de carne ou peixe com fruta
1 refeição de puré com peixe ou carne cozida ou grelhada.


PEIXE

- O peixe pode causar alergias pelo que só deve ser introduzido após os nove meses

- Contém proteínas que são de mais fácil digestão e com melhor qualidade de gorduras em relação à carne

- Coza o peixe à parte e misture-o ao puré de legumes

- O peixe congelado tem as mesmas propriedades do peixe fresco, mas:

Depois de se comprar deve ir logo para o congelador
Depois de se descongelar não se pode voltar a congelar.


OVOS

- Não devem ser introduzidos antes dos 9 meses e deve ser dada apenas a gema.

- Os ovos inteiros só devem ser introduzidos a partir do ano.

- Não dê mais do que 2 a 3 gemas por semana.


IOGURTE

Deve ser sempre natural e ser introduzido a partir dos 9 meses de idade;



Pode ser dado simples ou, então, com fruta ou bolacha, como uma refeição.



ÁGUA E SUMOS

O bebé pode não querer água mas ofereça-a se tiver febre ou se estiver calor dê água simples fervida.

- Evite o sumo de laranja até aos 9 meses.

- Dê sumos naturais preparados em casa.

- Não dê refrigerantes ao seu bebé.



PARA RETER...

É no primeiro ano de vida que o seu bebé vai aprender os hábitos alimentares para toda a vida.

Se estiver a amamentar não tome nunca qualquer medicamento sem consultar o médico.

Apesar de se começarem a introduzir novos alimentos o leite continua a ser muito importante, pois é uma fonte rica de proteínas e quase a fonte única de cálcio.

- Não adicione sal, açúcar ou mel na alimentação no 1º ano de vida.

- Não dê leite de vaca no primeiro ano de vida.

- A papa láctea mistura-se sempre com água e nunca deve juntar açúcar.

- Nunca adicione açúcar aos sumos.

- Não habitue o seu filho a comidas doces, o açúcar provoca cáries dentárias.


Fonte: Alimentação da criança no 1º ano de vida – Dr.ª Isabel Carvalho, Dr.ª Teresa Andrade, Dr.ª Rosa Campos – Serviço de Pediatria do Centro Hospitalar Vila Nova de Gaia

Sem comentários:

A nossa familia

Pyzam Family Sticker Toy